Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

09/09/2021 16h01

Escolas da rede municipal preparadas para o retorno presencial das aulas no dia 22

A volta em João Monlevade será em modelo híbrido, variando entre o presencial e o remoto.

Compartilhe

Depois de um ano e meio sem aulas devido ao agravamento da pandemia da Covid-19, os alunos da rede municipal e particular de João Monlevade retornam às atividades presenciais no dia 22 de setembro com as creches e a Educação Infantil. As aulas terão modelo híbrido, ou seja, presencial e remoto (internet). A abertura das escolas leva em conta os indicadores epidemiológicos do município.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Maria do Sagrado Coração Rodrigues, todas as escolas da rede municipal de ensino estão recebendo adaptações para atender aos protocolos sanitários como marcações de distanciamento social, além dos insumos para garantir a segurança dos profissionais e alunos (máscara, álcool em gel e sabonete líquido), além dos treinamentos dos servidores.

A secretária de Educação explicou também que cada responsável pelo aluno receberá uma cartilha com os protocolos sanitários. Cada escola emitirá seu cronograma de atividades pedagógicas para os responsáveis e o distanciamento deverá ser seguido para a segurança de todos. 

Datas - De acordo com as regras do Decreto Municipal, aulas do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) bem como Educação para Jovens e Adultos no fundamental (EJA) retornam no dia 29 de setembro.  Já as escolas de ensino médio, profissionalizantes e EJA  médio poderão retornar no dia 5 de outubro e o ensino superior e pós-graduação no dia 7 de outubro.        

O retorno foi planejado e discutido com vários setores, além de atender as regras do Decreto Municipal 88/2021 ( https://pmjm.mg.gov.br/legislacaoView/?id=4178), seguindo todos os protocolos sanitários. Lembrando que as atividades pedagógicas presenciais acontecerão de acordo com a adesão dos responsáveis pelos alunos.  Os estudantes serão divididos em três grupos e cada um deles terá aulas em semanas alternadas.  Dessa forma, cada grupo terá aula por uma semana e nas outras semanas remotamente, como já vem acontecendo.

Escolas devem obedecer regras

A secretária municipal de Educação, Maria do Sagrado Coração Rodrigues, esclarece que algumas regras devem de ser adotadas como: na escola, apenas os alunos que terão aulas no dia poderão entrar e não sendo permitida a entrada de acompanhantes para evitar aglomeração; a temperatura de cada aluno será aferida na entrada e as mãos higienizadas.  Além disso, os alunos deverão ir de máscara para a escola e usá-la o tempo todo, fazendo a  troca após o lanche. Na sala de aula, nenhum objeto poderá ser compartilhado e para qualquer sintoma gripal, o aluno deverá ficar em casa e justificar sua falta.

Para a diretora da Escola Municipal Germin Loureiro, Luciene Aparecida Gomes de Oliveira, o retorno vem despertando um misto de sentimentos para as famílias e profissionais da educação. "Alguns pais estão receosos, mas procuramos tirar todas as dúvidas e mostrar que a escola tem se preparado para o retorno adotando todos os protocolos de segurança. Mas, a decisão final cabe à família", comenta a educadora.  A escola atende alunos desde a educação infantil ao 9° ano e, para Luciene, a expectativa pelo retorno é de alegria como se estivesse indo para a escola pela primeira vez.

EPI´s – Para o retorno das aulas presenciais, os  trabalhadores da Educação também receberão os Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) como aventais em material de PVC, luvas, toucas, máscaras, face-shield (máscara transparente que ocupa todo o rosto).

 Fotos: Regiane A. Ferreira  - Acom/PMJM

 Foto 1: : Responsáveis e alunos no Cônego Higino recebem orientações sobre o retorno às aulas. 

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus