Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

31/03/2015 07h23

Os Sinos - Indagações

Compartilhe

Em tempos de protestos, indignações e revolta, com lenha jogada na fogueira pela mídia conservadora, vale fazer algumas reflexões e indagações para sabermos se nossas vozes são fortes, se nossos gritos são ouvidos e se são mesmos objetivos.

Algumas indagações...

Em primeiro lugar precisamos saber:

Onde eu vivo? Onde eu trabalho? Onde eu transito? Onde eu me divirto?

Essas indagações são para nos situar – para sabermos o nosso lugar – onde estamos.

É necessário complementarmos essas indagações para saber nossa situação.

Como está nossa cidade? E o nosso bairro? E a nossa rua? E a nossa casa?

E para concluir as indagações e reflexões a principal pergunta:

De quem é a responsabilidade por essa situação?

Então vejamos – vamos tentar responder.

Vivemos em nossa maioria absoluta nas cidades, onde também trabalhamos, utilizamos o sistema de trânsito e nos divertimos.

Na maioria absoluta também, nossa cidades, pelo menos da região do Médio Piracicaba, se encontram aquém de cidades com uma qualidade de vida minimamente aceitável. Trânsito caótico, aparelhamento urbano precário, nenhuma ou quase nenhuma opção de lazer. Ruas esburacadas, avenidas sujas, praças praticamente abandonadas, insegurança geral, educação precária entra outras mazelas.

Portanto, se existe um motivo para investirmos nossas energias, nossa indignação e nosso protesto, seria exatamente em prol de uma cidade melhor, de um bairro melhor e de uma rua melhor, pois é aí que vivemos. Tudo que acontece nesses locais interfere diretamente e diariamente em nossas vidas.

Porque ficarmos gastando forças para tentar chegar ao telhado se a base de nossa existência não suporta. Não seria mais prático reforçarmos nossos alicerces?

Mas tem ainda uma pergunta para concluirmos nossas indagações: De quem é a responsabilidade pelo quadro de nossas cidades? Seria o prefeito? O vereador? O juiz? o promotor? A Polícia Militar? Ou seria nós mesmos?

Algumas frases infantis podem muito responder essa questão: “Se não sujar, ta limpo”, portanto, a cidade está suja porque nós sujamos. Tem muitas situações onde o cidadão é diretamente responsável pela condição ruim da cidade.

Mas aí, por outro lado, gostamos de jogar a culpa nos vereadores, prefeito, etc e tal... mas quem os escolheu? Quem os mantêm no quadro?

Nosso principal problema é que a maioria da população busca a zona de conforto. Prefere gritar com quem não os ouve que cobrar de si próprio e assumir suas responsabilidades como cidadão.

Indignasse com os de longe e compactuasse com os de perto... “aqui eu tenho minhas vantagens”.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus